sexta-feira, 29 de junho de 2012

Hipster ?! Qual é ?


Afinal, o que são os Hipster?!


 Os hipsters são grande parte da classe média e adoram criar tendências, buscam sempre novidades e ao mesmo tempo gostam de coisas do estilo vintage, sendo assim moderninhos e ao mesmo tempo retrô. Algo que hoje para eles é super TREND, amanhã pode ser completamente demodê e nem um pouco mais utilizável, mas bem novidade para outros grupos que ainda não usava.
facebook

 A faixa etária dos hipsters é de 16 a 29 anos, gostam de escutar principalmente Tom Waits, MGMT, Vampire Weekend, Two Doors Cinema Club, She & Him e Bob Dylan, entre outros. Nas roupas gostam em demasia de chapéus, óculos wayfarer, xadrezes (vichy e argyle), oxford, calças skinny e poá.
 Possuem o humor sarcástico, possuem o cabelo bem liso ou bagunçado, são mais magrinhos, atividades sexuais liberais e adoram filmes antigos. Frequentam cafeterias, galerias, museus, feirinhas, brechós e baladas alternativas.
  

 Como surgiu:
  Nos anos 40, o termo hipster (ou "hepster" ou “hep cat") era usado para descrever os apreciadores de jazz urbano afro-americano que frequentavam as redondezas do Harlem (bairro de Nova York). Mas, nos anos 50, o escritor americano Norman Mailer muda completamente a representação pública dos hipsters ao descrevê-los como o branco da classe média urbana que gostava de sair da zona de conforto da cultura branca de classe média para ir a clubes de jazz, geralmente frequentados por negros. 
  Durante todo o final dos anos 60 e 80, pouco se falava sobre essa categoria, até que, em 1994, o tema vem novamente à tona ao aparecer na capa da revista Time (a matéria de capa dizia "If Everyone Is Hip... Is Anyone Hip?”, algo como “Se todos são hipsters... então alguém é hipster?”). Esse é também um período em que o termo se torna mais positivo, deixando de ser associado com prazeres ilícitos – mas a natureza da categoria também se dissolve mais. O hipster se torna mais legal – legal o suficiente para começar a explorado na publicidade de cigarros.
  A terceira volta dos hipsters na mídia ocorre em 2003, quando dois livros satíricos são publicados e a reação contra eles começa a se cristalizar. A partir daí, começam a surgir vários outros blogs, vídeos e outros trabalhos satirizando-os.

ps.: Pesquisei muito, muito mesmo, me informei muito. Caso não concordem, vou adorar ouvir outras versões.

 KELM

Nenhum comentário:

Postar um comentário