sexta-feira, 3 de maio de 2013

Tatuagem na Moda



Quem não conhece essa art?? Elas são símbolos da vida moderna e estão visíveis nos corpos de milhares de pessoas. Segundo pesquisas a tatuagem surgiu há milhares de anos. Os primitivos se tatuavam para marcar os fatos da vida biológica: nascimento, puberdade, reprodução e morte. Depois, para relatar os fatos da vida social: virar guerreiro, sacerdote ou rei, casar-se, celebrar a vida, identificar os prisioneiros, pedir proteção e garantir a vida do espírito durante e depois do corpo.  
É o caso de múmias egípcias do sexo feminino, como a de Amunet, que teria vivido entre 2160 e 1994 a.C. e apresenta traços e pontos inscritos na região abdominal, indícios de que a tatuagem, no Egito Antigo, poderia ter relação com cultos à fertilidade. Um registro bem mais antigo foi detectado no famoso Homem do Gelo, múmia com cerca de 5 300 anos descoberta em 1991, nos Alpes. As linhas azuis em seu corpo podem ser o mais antigo vestígio de tatuagem já encontrado ou, então, cicatrizes de algum tratamento medicinal adotado pelos povos da Idade da Pedra. 
Mesmo com tantas incertezas, os estudiosos concordam que, já nos primórdios da humanidade, a tatuagem deve ter surgido na busca de tentar preservar a pintura do corpo. Já mais a frente na época do Cristianismo a tatuagem foi proibida, por ser vista como algo demoníaco o qual “agredia” os padrões e costumes religiosos da sociedade. 


A verdade é que independente de como essa art chegou e de como foi introduzida na sociedade, o fato é que aos poucos foi se tornando uma prática muito utilizada dentro de um contexto de tribos urbanas, afim de retratar estilo, autenticidade e claro um diferencial, uma forma de mostrar que não precisamos ser iguais, muito menos seguir regras impostas pela sociedade para sermos plenos e satisfeitos com nosso corpo e nossas atitudes. Deixando de ser um símbolo de marginalidade, e sim uma forma de expressão individual de arte e estética do corpo. Hoje em dia as tattoos são verdadeiras obras de arte, passou de um simples desenho e chegou a um patamar altíssimo dentro do contexto das artes e criação.


 


Eu é claro sou adepta aos “rabiscos”, porém, por se tratar de algo permanente que te acompanhará para a vida toda, recomendo que a tattoo seja algo bem pensado, analisado e feito com calma, visando encontrar ou elaborar um desenho ou escrita que retrate sua forma de vida, de pensar, seus gostos e suas convicções. Com tudo isso bem definido é só se jogar de cabeça nesse “mundo desenhado”. Agora, dica importante amiga, se você acha a tatuagem legal, “bonitinha”, mais sabe que não tem a ver com seu estilo de vida, não faça! Pois fica aquele “ar”  de incoerência e estampado na testa que você foi movida a modismo e não a ideologias e isso definitivamente NÃO É LEGAL! . E se ainda sim quiser marcar alguma ocasião especial, escolha algo mais minimalista sem muitos detalhes e mais discreto, assim como você. 


Importante: Para garantir uma qualidade na tattoo, é imprescindível a escolhe de um excelente profissional, tanto na área criativa quanto nos cuidados com a saúde, mantendo total cuidado com relação à troca das agulhas e esterilização e higiene dos demais aparelhos e do local. Espero que tenham gostado das dicas. Segue algumas imagens pra você que quer muito uma tattoo mais não sabe ao certo o que fazer. Inspire-se!

Eu sendo Linda com as minhas tattoos.

Beijos de luz :**
Nathiroots 

Nenhum comentário:

Postar um comentário